História da Associação Casas do Servo Sofredor – CSS

Frei Chico

Frei Chico

Amor, que é DEUS, na sua infinita compaixão e bondade escutou o clamor do seu povo sofredor que perambulava pelas ruas, oprimido e escravizado pelas drogas, e interviu na situação. Escolheu como um de seus instrumentos a Comunidade Carmelitana – Comissariado Geral do Paraná, no Brasil, e fez com que ela, pela força do ESPÍRITO SANTO concebesse e desse à luz no dia 13/11/1994 à Associação Casas do Servo Sofredor – CSS. A gestação foi um período de intensa oração, reflexão e meditação entre os Frades Carmelitas da Vila Fanny (Curitiba-PR) e a Comunidade local (Paróquia Nossa Senhora da Conceição), sobretudo nos trechos bíblicos dos Cantos do Servo Sofredor de Isaías (Is 42, 1-9; 49, 1-9; 50, 4-11; 52, 13-53,12), na parábola do Bom Samaritano (Lc 10, 30-37), no Juízo Final de Mateus (Mt 25, 31-46), bem como na Regra e nas Constituições da Ordem Carmelitana, inspirados pelo Profeta Elias (pai espiritual do Carmelo). O Frei Francisco Manoel de Oliveira (Frei Chico) estava à frente de todo o trabalho de conscientização e reflexão dos paroquianos, sempre olhando para a Bem Aventurada Virgem Maria do Monte Carmelo, mãe e irmã dos carmelitas, aquela que soube escutar e disse SIM a Deus, e que guardava tudo no seu coração, até que chegou a hora do nascimento. A CSS nasceu para ser como a Hospedaria que acolheu a vítima da parábola do Bom Samaritano, o útero onde se refaz a vida e para resgatar o que existe de melhor dentro de cada pessoa nela acolhida (o Deus que habita em cada um de nós).

Theodoro

Sr. Theodoro na CSS Sta. Therezinha

Sendo os recursos financeiros sempre escassos, o Espírito de Deus tocou o coração do Pe. Provincial Joseph Kotschner, da Província Alemã da Ordem Carmelita na época, o qual doou em 1995 a verba necessária para aquisição (escritura entregue em 12/01/1995) da 1ª casa da CSS, situada na Vila Fanny, denominada de CSS Sta. Terezinha, na qual foram morar o Sr. Teodoro Krucoski (leigo viúvo e aposentado, que mais tarde tornou-se Frade Carmelita) juntamente com outros homens em situação de rua chamados de Servos Sofredores, os quais aceitaram a proposta de viver em fraternidade, buscando uma vida mais digna, mais humana e mais fraterna.
Dois anos mais tarde, a Direção da CSS criou uma nova etapa para o processo de recuperação dos Servos – o 2º Passo – àqueles que se encontravam sóbrios por um período considerável. Com a criação dessa nova etapa, tendo em vista que a estava sem caseiro, de modo que 04 Servos foram transferidos para a Comunidade Santa Isabel – Paróquia Profeta Elias, no Bairro Novo, trabalhando como Caseiros e Zeladores da Capela daquela Comunidade. Para atender à crescente demanda dos Servos que concluíam o tratamento, mas não tinham vínculos familiares e nem para onde ir, a Associação Casas do Servo Sofredor adquiriu naquele mesmo ano (com recurso financeiro doado por um casal de noivos da Áustria) a 2ª casa, localizada na Vila Acordes – bairro Pinheirinho, em Curitiba-PR, denominada CSS Isidoro Bakanja, a qual passou a funcionar como Casa de 2º Passo (Moradia Assistida) para que a Entidade desse continuidade ao Serviço de Reinserção Social e Profissional dos Servos. E os bons frutos do serviço prestado começaram a surgir.

Em abril de 1999, a partir de uma doação anônima de uma verba proveniente da Alemanha, a CSS comprou uma casa localizada no Bairro Novo A, Sítio Cercado para essa finalidade, denominada casa de 2º Passo CSS Frei Caneca. Aqueles Servos que moravam na Comunidade Santa Isabel foram transferidos para essa nova casa. Também no ano de 1999 a CSS conseguiu da Prefeitura Municipal de Curitiba a Outorga por tempo indeterminado da Permissão de Uso de um terreno localizado no Bairro Novo B, Sítio Cercado, onde seria no futuro, construída a casa definitiva CSS Frei Caneca. Ainda no ano de 1999, as Monjas Beneditinas colocaram à venda o Mosteiro do Encontro, situado no bairro do Pinheirinho, em Curitiba, e elas queriam vender o imóvel para alguém que desenvolvessem um trabalho social. Após algumas reuniões de negociação, a partir de uma facilitação por parte das Monjas e da devida aprovação dos confrades, também motivado pelas Irmãs da Caridade Social (parceiras da CSS), o Frei Chico assumiu a compra do Mosteiro do Encontro, pagável em 10 parcelas anuais de cinquenta mil dólares, passando o imóvel a se chamar CSS Mosteiro Monte Carmelo – a Sede da Associação Casas do Servo Sofredor foi transferida para lá e CSS Sta. Terezinha passou a ser uma nova Casa de 2º Passo. “E o Senhor Deus viu que tudo o que tinha feito era bom”… e continuou agraciando a CSS na sua Prestação de Serviços aos “minoris” (menos favorecidos e marginalizados, os “quebrados da história”).

Com o crescimento assustador do índice de mulheres envolvidas com as drogas, no ano de 2000 a Direção da CSS deu início à construção da nova Casa de 2º Passo CSS Frei Caneca, no terreno disponibilizado pela Prefeitura de Curitiba, no Bairro Novo B, para onde foram transferidos os residentes foram transferidos da antiga CSS Frei Caneca, a qual foi transformada na Casa de 1º Passo CSS Edith Stein, para atendimento às mulheres. Neste mesmo ano a casa feminina foi inaugurada e demos início ao acolhimento de mulheres para o processo terapêutico de dependência química.

Em 2001, como forma de estabelecer uma fonte de renda no Mosteiro Monte Carmelo que ajudasse na manutenção da casa,com a colaboração das Irmãs da Caridade Social, a CSS construiu uma Fábrica de Artefatos de Cimento a partir de uma verba doada pela instituição Vita Ativa (da Áustria).

Com o aumento da demanda por tratamento, e como as solicitações vindas da região de Paranavaí-PR eram muitas, o Frei Chico fez uma proposta aos frades de criarmos uma Unidade CSS no Seminário Nª. Srª. do Carmo em Graciosa (Distrito de Paranavaí-PR), no Noroeste do Paraná, onde funcionava até então o Noviciado da Comunidade Carmelitana, sendo assim, estabelecida no ano de 2005 a CSS Nossa Senhora de Fátima, sendo criada então a Regional Paranavaí da Associação Casas do Servo Sofredor, sob a liderança de Frei Teodoro Krucoski (que tornou-se frade carmelita em 2003).

No ano de 2006 a CSS promoveu o 1º Bingo da Solidariedade, com a finalidade de ajudar na quitação das parcelas da compra do Mosteiro, cujo slogan é: “Curitiba, um dia sem álcool e sem drogas!” – evento este que tornou-se parte do Programa CSS e muito ajuda na conscientização das pessoas e famílias envolvidas em relação ao uso e abuso de drogas; importa salientar que tal evento seria impossível sem a mobilização e empenho da Comunidade, tanto local quanto de outros Estados.

Tendo sido avaliada como positiva a experiência na Regional Paranavaí-PR, no início do ano de 2008 inauguramos no Município de Nova Aliança do Ivaí-PR, uma nova unidade da Associação Casas do Servo Sofredor, a CSS Mosteiro da Compaixão, estabelecida dentro da Fazenda Nossa Senhora do Carmo, de propriedade da Comunidade Carmelitana. E a prestação de serviços da CSS aos menos favorecidos foi paulatinamente crescendo em quantidade e qualidade. O Povo de Deus, na História da Salvação sempre caminhou rumo à Terra Prometida, mas não sem dificuldades. Da mesma forma a CSS rumo à excelência na prestação de serviços aos menos favorecidos e quebrados da história. Mas a presença Divina não deixa sua obra sucumbir. Em dezembro do ano de 2010 celebramos em Ação de Graças pelos 25 anos de Presbitério do Frei Chico e os 10 anos de Mosteiro Monte Carmelo, ano em que a CSS quitou a compra do terreno do Mosteiro Monte Carmelo.

No mês de set/2011, a Comunidade Carmelitana disponibilizou uma casa de sua propriedade, vizinha ao Convento do Carmo na Vila Fanny, em Curitiba, para que a Associação Casas do Servo Sofredor fizesse dela uma casa de 2º Passo, sendo criada dessa forma a CSS Frei Teodoro Krucoski.

O Bingo da solidariedade possibilitou que, no ano de 2012 a CSS adquirisse, no Município de Contenda-PR, uma chácara anteriormente com o nome de Chácara Santa Maria, e agora denominada CSS Mosteiro da Misericórdia, onde construiu-se uma casa provisória de madeira para acolher mulheres, e também estamos dando andamento na construção da casa definitiva de 1º Passo para as mulheres. No final do 2º semestre do ano de 2013, o bispo da Diocese de Blumenau, D. José Negri, chamou o Frei Chico para uma conversa, na qual propôs que a CSS desse continuidade a um trabalho voltado para recuperação de dependentes químicos, iniciado havia 10 anos no Município de Ilhota-SC pelo padre Idonizete Krüger. Essa proposta foi levada à Assembléia Capitular do Comissariado do Paraná e foi aprovada, resultando na abertura de uma nova Unidade CSS no Estado de Santa Catarina, a CSS Mosteiro da Ressurreição, inaugurada com uma celebração campal no mês de fevereiro do ano de 2014.

E Deus continuou vendo que tudo que tinha feito para resgate do seu povo excluído e marginalizado por causa das drogas era bom, de modo que continua derramando suas bênçãos sobre a Associação Casas do Servo Sofredor, que desde o seu nascimento até hoje, às vésperas do seu 20º aniversário, está e permanecerá sob a proteção do Manto Sagrado da Virgem Santíssima do Monte Carmelo, em busca da excelência para melhor atender sempre mais o povo de Deus que por um motivo ou outro se viu escravizado pelo poder do Narcotráfico, também sempre contando com a ajuda de pessoas de boa vontade e identificadas com a causa, a luta em favor da vida!

(Geraldino do Espírito Santo – set/2014; revisado por Frei Chico – out/2014.)

Linha do Tempo

1994 – A Associação CSS (Casas do Servo Sofredor) é constituída
1995 – CSS Santa Teresinha é inaugurada em Curitiba/PR (1ª casa da CSS)
1995 – CSS Isidoro Bakanja é inaugurada em Curitiba/PR
1999 – CSS Frei Caneca é inaugurada em Curitiba/PR
1999 – CSS Mosteiro Monte Carmelo é inaugurada em Curitiba/PR
2000 – CSS Edith Stein é inaugurada em Curitiba/PR
2005 – CSS Mosteiro Nossa Senhora de Fátima é inaugurada em Graciosa/PR

2006 – CSS promoveu o 1º Bingo da Solidariedade
2008 – CSS Mosteiro da Compaixão é inaugurada em Nova Aliança do lvaí/PR
2010 – Quitação do terreno da CSS Mosteiro Monte Carmelo
2011 – CSS Frei Teodoro Krucoski é inaugurada em Curitiba/PR
2012 – CSS Mosteiro da Misericórdia é inaugurada em Contenda/PR
2014 – CSS Mosteiro da Ressurreição é inaugurada em llhota/SC
2015 – Aquisição do novo escritório da CSS em Paranavaí/PR (CSS N. Sra. de Fátima)

2017 – Aquisição da casa de 2º passo masculina em Gaspar/SC (CSS Frei Joseph Kotschner).

A dependência química tem tratamento, podemos ajudar quem quer se ajudar.

Casas do Servo Sofredor – CSS
SEDE ADMINISTRATIVA
Mosteiro Monte Carmelo
Rua La Salle, 850 – Pinheirinho – Curitiba – Paraná
CEP: 81.880-400
Telefones: (41) 3349-1681 | (41) 3049-0313
E-mail: regional.curitiba@css.org.br